O Porto

Saturday, May 26, 2018SilverTree
O Porto (ou a poesia e a viagem)


Sentada nas escadas laterais da fonte na Praça da Ribeira, olho os edifícios bonitos, o rio, as esplanadas cheias de turistas; leio o volume de poesia que comprei na Lello. Penso que todos elogiamos a Viagem e todos criticamos os turistas; e que todos achamos que turistas são os outros, e que eles são ridículos por tirarem tantas fotografias, mas que as nossas são sempre justificadas e boas.
Toco o granito da fonte, das igrejas. Granito, ruelas, casas escuras; acho que isto tem mais a ver comigo que Lisboa, e que isso diz alguma coisa sobre mim, que ainda não sei pôr por palavras. Tenho de me ir embora e não me apetece. De qualquer modo, aqui estou em casa.

Porto, Abril 2018

Enredo

Saturday, May 26, 2018SilverTree
Enredo
Enredo



"A hesitar
em ser arrebatada
ou ser enredo"
A Pele (excerto), Maria Teresa Horta

Enredo

Saturday, May 26, 2018SilverTree
enredo
enredo


"A hesitar
em ser arrebatada
ou ser enredo"
A Pele (excerto), Maria Teresa Horta

rosto

Friday, May 18, 2018SilverTree
If I make the lashes dark
And the eyes more bright
And the lips more scarlet,
Or ask if all be right
From mirror after mirror,
No vanity's displayed:
I'm looking for the face I had
Before the world was made.

Before The World Was Made (excerto), W. B. Yeats

*

Friday, May 18, 2018SilverTree
Untitled

*

Friday, May 18, 2018SilverTree
Untitled

*

Friday, May 18, 2018SilverTree
Untitled

Popular Posts

Contact Form