Coluna que sustentas com a tua solidão

Tuesday, August 22, 2017SilverTree

"As fórmulas mais belas de saudação que conheço são as trocadas entre os padres do deserto. Aqueles anacoretas, exploradores de silêncios abissais, tinham como ideal tornarem-se irreversivelmente estranhos ao modo comum de atravessar a terra, e viver exactamente "como um homem que não existe". Mas eles, que comunicavam por monossílabos e gestos para não ferir a ciência sagrada do silêncio, nas ocasiões em que se encontravam faziam-no com solenidade máxima: "Ave, guardião da manhã, montanha inacessível"; "Ave, coluna que sustentas com a tua solidão o inteiro universo"."
José Tolentino Mendonça na revista do Expresso (19.08.2017)

You Might Also Like

0 comments

Popular Posts

Contact Form