Terra

Sunday, January 29, 2017SilverTree

Lisboa | Dezembro 2007


   Associo o Terra, restaurante vegetariano escondido perto do Príncipe Real, a férias e ocasiões especiais, a passear devagar em sentido contrário a quem sobe para a noite, e a noites que se querem longas. O buffet, variado e bem conseguido, é uma prova de que a comida vegetariana não tem de ser nem chata nem pretensiosa. É uma questão de entusiasmo e bons temperos, e o Terra tem-nos, acho eu, a ambos. É um lugar para comer devagar, provar de tudo, para para conversar um bom bocado depois da refeição ter acabado e aproveitar o ambiente, que vale só por si, muito acolhedor e tranquilo, com um bom gosto na selecção e volume da música que é raríssimo hoje em dia.
   Lembro-me que fui lá pela primeira vez numa noite quase no fim do ano, numa altura em que a vida estava a mudar e a melhorar muito, e sentia uma alegria optimista mas serena em relação ao novo ano, o que não é de todo alheio ao tipo de relação que criei com o restaurante. Regressar ao Terra é também regressar a esse fogo interior e a essa sensação de possibilidade, e é sempre o começo de noites que se adivinham longas e especiais.

You Might Also Like

0 comments

Popular Posts

Contact Form